0800 773 6099
24 horas por dia, todos os dias do ano

Faturas Online Serviços Online
Obras Atingem 90% e Expectativa é de Que Gás Natural Chegue Neste Mês
10/03
Saiu na Mídia

Obras Atingem 90% e Expectativa é de Que Gás Natural Chegue Neste Mês

90% – é essa a marca das obras para a construção do gasoduto em Catanduva. Com os trabalhos, a expectativa é de que o gás natural chegue ainda neste mês a Cidade Feitiço. Dos 10,7 quilômetros da primeira etapa, foram construídos 9,6. O investimento total é de R$ 60 milhões. A informação é da GasBrasiliano.

“Até meados de março, serão finalizadas duas travessias de rodovias – SP-310 (Washington Luís) e SP-351 (Comendador Pedro Monteleone), concluindo a obra, e também será concluída a construção da Estação de Descompressão. A previsão é que, até o fim de março, o gás natural canalizado seja disponibilizado ao município via rede local”, informa a empresa.

No fim dessa etapa, orçada em R$ 5,4 milhões, terá início a segunda que corresponde ao trecho de extensão de aproximadamente 56 quilômetros de rede de distribuição de gás natural. “Que interligará Itápolis e Catanduva, integrando a rede local construída na primeira etapa ao gasoduto principal da GasBrasiliano”, complementa.

Na terceira etapa está a expansão da rede dentro do município, o que permitirá a ampliação dos serviços de distribuição do gás natural canalizado em todos os distritos industriais que pertencem a Cidade Feitiço.

Os trabalhos, que começaram em julho do ano passado, tem previsão para serem finalizados ainda no segundo semestre deste ano. O gasoduto ligará a cidade a Itápolis, passando por Santa Adélia e Pindorama. Essa primeira etapa chegará ao fim com pelo menos três meses de atraso. Isso porque, a previsão inicial era de que os trabalhos fossem finalizados em novembro do ano passado.

Sete clientes já teriam contrato

Sete clientes já teriam contratado os serviços de gás natural em Catanduva, ainda de acordo com a GasBrasiliano. Além disso, os trabalhos também incluem um posto de Gás Natural Veicular (CNV). A cidade conta atualmente com mais de 340 empresas de diferentes ramos, entre eles metalurgia, construção, mecânica, tipografia, calçados, móveis e usinas. “A rede de distribuição de gás natural que interligará Itápolis a Catanduva será em aço, com 8 polegadas de diâmetro e pressão de 75 bar”, explica o setor.

Além da Cidade Feitiço, todo o sistema implantando também é feito pensando em uma expansão. Um dos possíveis exemplos é São José do Rio Preto, que poderá contar com gás natural daqui alguns anos.

A obra teve autorização do Governador do Estado, Geraldo Alckmin, em outubro de 2016. João Carlos Meirelles, secretário de Energia e Mineração do Estado de São Paulo, citava, na época, a importância do investimento para a economia da região. “Com a chegada do gás natural a Catanduva, o energético ficará mais próximo do município de São José do Rio Preto, um dos maiores do noroeste paulista, contribuindo para a viabilização econômica de nova expansão da rede de gás natural”, disse Meirelles.

Fonte: O Regional

  • Motoristas enfrentam fila nas oficinas para instalar o kit de gás natural

    Com medo de enfrentar novas filas nos postos e cansados de levar sustos na hora de pagar para encher o tanque, muitos motoristas decidiram instalar no carro o kit de gás natural.

  • 2º Fórum Brasileiro do Gás Natural

    SP será sede do 2º Fórum Brasileiro do Gás Natural

  • Birigui recebe investimentos de R$ 2,8 bilhões

    GasBrasiliano assina protocolo para distribuição de Gás Natural